O Timbaúba Futebol Clube ficara mais uma vez de fora da Série A2 do Pernambucano, a segunda divisão do campeonato estadual de futebol.

O morcego havia sido confirmado na competição, no mês passado, mas por não apresentar laudos de segurança do estádio, bombeiros, vigilância sanitária e de engenharia solicitados pela Federação Pernambucana de Futebol (FPF), o time ficou de fora do certame.

O presidente da FPF, Evandro Carvalho, garantiu que a medida é irrevogável. “As nove equipes que ficaram de fora não foram excluídas por nós. Elas simplesmente não cumpriram com o edital e não foram habilitadas para a competição. Com isso, a Série A2 terá oito equipes e hoje teremos uma reunião para decidir o formato do campeonato. Até a próxima semana tudo estará resolvido”, disse.

Na página do clube, no Facebook, a diretoria emitiu um comunicado lamentando ter que ficar de fora, mais uma vez, da competição e disse não receber nenhum tipo de apoio da gestão do município, para participar do campeonato.

O TFC, na pessoa do Sr. Presidente Manoel Bida pediu a licença do clube junto a Federação Pernambucana de Futebol da disputa da segundona deste ano. O motivo para isso foi a falta de apoio da Gestão Municipal. Fato que ocorre desde 2017, ano que ficamos de fora do campeonato. Em 2018 jogamos com portões fechados, por falta do laudo do Estádio Ferreira Lima. No presente ano, até havia a esperança sobre um possível apoio da Prefeitura, no entanto não tivemos sucesso. Nem à reuniões foram respondidas. Lamentável. Só quem perde com isso é a cidade, principalmente os torcedores e os comerciantes. Diante da falta de interesse em ajudar o time, provavelmente nosso Timbaúba FC só voltará às atividades em 2020. Até lá, focaremos nas divisões de base a partir de agosto desse ano.

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade