Prefeito de Orobó encaminha à Câmara proposta do novo valor do piso salarial dos professores


O prefeito de Orobó, Biu Abreu (União Brasil), protocolou na Câmara Municipal de Vereadores os Projetos de Leis nº 08, 09 e 10, garantindo a todos os professores ativos e inativos da Rede Municipal de Ensino o piso salarial na forma recomendada pelo Ministério de Educação, com previsão de pagamento da diferença salarial do retroativo de janeiro a junho de 2022.

A atual gestão, apesar das limitações financeiras encontradas, por questão de compromisso com a coisa pública e, acima de tudo, respeito à categoria, tomou a decisão que irá beneficiar todos os professores ativos e inativos do Município, cabendo a Câmara de Vereadores de Orobó, no exercício de suas relevantes funções, a aprovação dos projetos.

“Apesar de estarmos atravessando um momento de instabilidade, a gente sabe da importância que é investir na Educação. Por isso acredito que, mais uma vez, a parceria entre o Executivo e o Legislativo de Orobó trará um bom resultado nessa discussão com a aprovação desses projetos”, ressalta o prefeito Biu Abreu.

Ainda de acordo com o chefe do executivo, a implantação do Piso Salarial do Fundeb de Orobó repercutirá, de forma positiva, na vida dos professores, que são merecedores desse benefício em virtude dos relevantes serviços prestados à Educação do Município. “A medida fortalece, sobremaneira, a educação pública de Orobó, elevando a qualidade de ensino público municipal, que é sem dúvidas uma das nossas maiores conquistas”, assegura.

Agora é com os vereadores. Tão logo os projetos sejam aprovados na Câmara, os professores oroboenses poderão receber seus vencimentos com o reajuste de 33,24% já a partir deste mês de julho, inclusive com acréscimo de parcelas dos valores atrasados, que serão quitadas pela Gestão Municipal durante os próximos meses.

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade