MPPE investiga contratações ilegais e burla ao concurso público pela Prefeitura de Goiana


A instauração do Inquérito Civil Público foi dada mediante ao conhecimento de fatos noticiados pelo Ministério Público de Contas, do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco. Segundo os fatos noticiados, em 2017, a Prefeitura Municipal de Goiana, por meio do Secretário de Saúde da época, Sr. João Paulo Cordeiro, realizou, de forma ilegal, contratações temporárias de profissionais para atuação no Programa Saúde da Família.

A investigação é motivada devido a não realização prévia de concurso público, uma vez que este é um dos requisitos mínimos para que haja admissão pessoal em um órgão público.

Ademais, a investigação se dá não só pela improbidade administrativa, como também pela burla a regra do concurso público.

A informação é do Diário Oficial do Ministério Público de Pernambuco.

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade