MPCO cobra informações sobre votação de contas do ex-prefeito de Macaparana


O Ministério Público de Contas do Estado de Pernambuco (MPCO) cobrou, através de ofício, informações a Câmara de Vereadores da cidade de Macaparana sobre o resultado da apreciação da prestação de contas, do exercício financeiro do ano de 2014, da prefeitura da cidade.

O parecer, emitido pelos conselheiros do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE), foi encaminhado para a Câmara da cidade no ano de 2017, e até então o parecer não foi colocado em votação no plenário.

Após dois anos, se ter recebido quaisquer informações, a Procuradora Geral do Ministério Público de Contas, Germana Galvão, notificou o presidente da casa legislativa, Josias Alexandre da Silva, sobre o julgamento das contas na Câmara.

De acordo com o ofício, datado de 18 de setembro deste ano, o presidente do poder legislativo teria o prazo de 15 dias para remeter respostas, que não foi feito até então.

Pela omissão o vereador poderá responder pelo crime de improbidade administrativa.

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade