Atraso de repasses põe em risco funcionamento do Hospital Regional Ermírio Coutinho, em Nazaré da Mata


hec_

Foto: Josildo Santos// Giro Mata Norte

O atraso nos repasses do estado para o custeio do Hospital Regional Ermírio Coutinho (HEC),em Nazaré da Mata, está ameaçando o atendimento de saúde para pacientes das regiões da Mata Norte e Agreste do Estado, que buscam os serviços na Unidade de Saúde.

Há 4 anos que o Ermírio Coutinho é gerido pela Organização Social de Saúde (OSS) Fundação Manoel da Silva Almeida (Hospital Maria Lucinda), mas este é o pior momento vivido pela OSS que está em atrasos com os vencimentos dos servidores e acúmulo de débito junto aos fornecedores.

Já não aguentando mais a atual situação, na manhã do último sábado (29), os médicos decidiram reduzir o atendimento, passando a atender só os casos de urgência e emergência em consequência dos atrasos de repasses que geram o atraso nos vencimentos dos mais de 390 servidores da unidade.

A unidade atende 7 mil pessoas/mês na emergência, além de mais de 200 partos/mês, sempre extrapolando a meta de atendimento.

O diretor geral do HEC, Francisco Madeiro, confirmou o atraso nos vencimentos dos servidores em relação ao mês de julho e informou que vem mantendo contato com a Secretaria de Saúde do Estado na busca de soluções, além de confirmar os atrasos nos repasses do estado.

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade