Janeiro Branco: psicóloga da UPAE Carpina dá orientações sobre cuidado com a saúde mental


Este mês é marcado pelo Janeiro Branco, movimento que tem o objetivo de estimular na sociedade uma cultura de saúde mental, usando o início do ano como um momento importante para começar o processo. A psicóloga da UPAE Carpina, Jaqueline Cunha, dá orientações para o cuidado com a saúde mental.  

“Em geral, as orientações de cuidado com a saúde mental estão relacionadas a todos os cuidados com a saúde, como manter uma rotina de atividade física, reservar um tempo de qualidade para fazer o que se gosta, além de ter uma boa alimentação”, destaca.  

Hoje, o Brasil ocupa o topo da lista de países com pessoas que sofrem de ansiedade. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), somente no país, cerca de 18,6 milhões de pessoas convivem com o problema. Além disso, na América Latina, o Brasil é o país com maior prevalência de depressão, além de ser o segundo país com maior prevalência nas Américas, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).   

O diagnóstico da ansiedade e da depressão é feito a partir da escuta de um profissional, seja ele psicólogo ou médico. “A psicoterapia atua como um auxílio mediante a reestruturação psicológica de cada indivíduo. Ela busca, através das intervenções realizadas com cada indivíduo, uma compreensão e reorganização ampla de toda a situação que levou o paciente a desencadear algum transtorno mental”, detalha a psicóloga. 

A psicóloga lembra que o acompanhamento psicoterapêutico é importante para qualquer pessoa, independentemente de adoecimento. Além disso, dependendo do caso, o paciente também pode ser encaminhado para um psiquiatra que poderá receitar um tratamento medicamentoso. A profissional acrescenta ainda que “o apoio da família é fundamental em todo o tratamento”. 

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade