Deputada defende o fornecimento de Hidroxicloroquina nas Upa’s


A deputada Clarissa Tércio (PSC), fez um requerimento solicitando que a
hidroxicloroquina esteja disponível nas Unidades de Pronto Atendimento
(UPA’s) para que os médicos que queiram prescrevê-la já forneçam aos
pacientes.

Para ela, é preciso dar alternativas para os médicos que optarem pela
administração da droga. “Tenho me reunido com médicos que defendem o uso da hidroxicloroquina desde os primeiros sintomas da Covid-19, então é
importante que os médicos tenham essa opção caso queiram utilizá-la”.
Disse a deputada.

O Governo Federal já vem defendendo há alguns meses o uso da
hidroxicloroquina no tratamento da doença. Além do poder público
federal, a rede privada de saúde também reconheceu a eficácia do
medicamento. Segundo o CEO do Sistema Hapvida, Jorge Pinheiro, a
percepção dos médicos da rede é de que “o uso da hidroxicloroquina, em
associação com outras drogas, na fase inicial da doença, tem sido um
elemento essencial para reduzir a gravidade no curso da doença”.

Estudos mais recentes mostram a eficácia da droga nos estágios iniciais
da Covid-19. A nota técnica da Agência Nacional de Vigilância Sanitária
(ANVISA) confirma que as pesquisas apresentam resultados promissores no
combate a doença. Vale ressaltar que a automedicação pode trazer
prejuízos à saúde sendo fundamental a prescrição médica para o uso da
droga.

A parlamentar também entrou com um pedido de informação sobre as 47 mil unidades de hidroxicloroquina enviadas pelo Governo Federal, por meio do Ministério da Saúde, para Pernambuco. “Recebemos denúncias sobre a falta do remédio nas farmácias e os farmacêuticos relatam o recolhimento da medicação pelo estado. Precisamos obter informações concretas sobre como o estado está distribuindo este medicamento [hidroxicloroquina], para quem está sendo distribuído, o quantitativo e como está sendo administrado a prescrição da medicação.”, concluiu Clarissa.

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade