Silvestre alerta para problemas financeiros e estruturais deixado pela antiga gestão


Empossado na última sexta-feira (01/01/2021), o prefeito de Passira, Severino Silvestre, afirma que a prefeitura foi entregue em um cenário de grande desgaste estrutural e financeiro.

Segundo ele, a ex-gestora e sua equipe, não realizou o pagamento dos servidores efetivos no último mês de dezembro, como também não efetuou o pagamento do 13° salário aos aposentados nem os proventos relativos ao mês de dezembro, além de entregar prédios públicos sucateados e uma total desordem financeira com as despesas e com os fornecedores.

Além dos problemas financeiros e de estrutura, os arquivos dos computadores com informações estratégicas do governo municipal, por exemplo, foram apagados.

“Falta de compromisso com a máquina pública é o que resume a herança da antiga gestão. A situação é caótica. Financeiramente estamos vivendo um verdadeiro caos. Só restaram nos cofres públicos um valor aproximado de R$ 3.800,00,” detalha o gestor.

Ainda de acordo com o prefeito, as medidas para que haja uma solução rápida para tais problemas, estão sendo tomadas, inclusive com a publicação de um decreto de calamidade pública que será emitido pela prefeitura.

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade