Raquel denuncia descaso com PE-33, que prejudica comunidades e estudantes do Cabo de Santo Agostinho


A candidata a governadora de Pernambuco, Raquel Lyra (PSDB), conversou com moradores de engenhos e sítios perto da PE-33, no Cabo de Santo Agostinho, Região Metropolitana do Recife. Ao lado do candidato a senador Guilherme Coelho (PSDB), Raquel visitou o trecho que fica entre os prédios do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE) e da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), onde tem uma cratera enorme.

Raquel reforçou seu compromisso de garantir o direito de ir e vir dos moradores, com o programa Pernambuco no Caminho Certo. “Nós vamos criar o programa Pernambuco no Caminho Certo para recuperar a malha viária de Pernambuco, as estradas do nosso estado, inclusive as estradas vicinais. Aqui na PE-33 é garantir essa conexão, inclusive porque nós temos aqui o IFPE, que a obra está pronta. Infelizmente não está sendo usada por conta da falta de acesso dos estudantes. E também a Universidade Federal Rural de Pernambuco, 70% da obra concluída. Infelizmente teve que ser paralisada em razão das péssimas condições da estrada, que nunca foi concluída”, apontou a candidata.

A postulante reforçou que falta poder de decisão do atual governo em garantir que as obras cheguem à vida das pessoas. “Não adianta colocar a placa, nem enganar a população, nem colocar programa na televisão. O fato é que a PE-33 já poderia estar servindo há muito tempo para garantir uma via de escoamento da produção, o direito da população ir e vir e conectar comunidades. Chegar aos locais mais distantes, onde as pessoas hoje não podem ser assistidas por ambulância, não chega o ônibus de transporte escolar. Com o programa Pernambuco no Caminho Certo, a gente vai garantir a essas pessoas dignidade no direito de ir e vir”, finalizou Raquel.

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade