Convênio entre PRORURAL e Cooperativa de Carpina é julgado irregular pelo TCE


Os conselheiros da Segunda Câmara do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE) julgaram irregular um convênio, firmado entre o Programa de Apoio ao Pequeno Produtor Rural (PRORURAL) e a Cooperativa Mista dos Trabalhadores Rurais de Carpina (COMTRARCA).

O julgamento aconteceu nesta quinta-feira (01), durante reunião ordinária do colegiado, tendo auditor, Marcos Flávio, como relator do processo.

O convênio realizou a construção de 35 banheiros com fossas sépticas nas comunidades de Chã do Meio, Chã das Tabocas e Sítio Veigas, áreas atuação da Unidade Técnica do PRORURAL.

De acordo com o relator a realização da obra esteva sob responsabilidade do presidente da COMTRARCA, José Martins de Santana, que não sofreu nenhuma sanção administrativa.

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade