Grávida de quatro meses é executada em Lagoa do Carro

“Priquitinha” foi alvejada por três tiros.


Uma mulher, grávida de quatro meses, foi executada na noite de ontem (21), na favelinha do Loteamento Antônio Martins, em Lagoa do Carro.

Edjane Severina Lúcia da Silva, conhecida como Priquitinha, possuía envolvimento com o tráfico de drogas, que pode ter motivado sua morte.

De acordo com o companheiro da mulher três homens, sendo um identificado apenas como Melque, que chegou a ameaçar o companheiro da vítima, apontando um revólver para cabeça do rapaz, reconhecido apenas como William.

Após atirar contra a mulher, Melque e seus comparsas fugiram do local do crime. A vítima, alvejada na região do peito e pernas, não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Edjane estava foragida do sistema penitenciário do estado, após quebrar a tornozeleira de monitoramento. A vítima já havia sofrido um atentado, cometido pelo próprio Melque, em 2015.

Após pericia o corpo da mulher foi recolhido para o IML, no Recife.

O caso será investigado pela 56ª DP.

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade