MPPE abre inquérito para investigar servidores contratados da Prefeitura de Carpina


Um dia após o juiz da 2ª Vara Cível da Comarca de Carpina, Marcelo Marques Cabral, não aceitar o pedido de cancelamento do concurso público, realizado em 2016 para preenchimento de vagas na Prefeitura de Carpina, o promotor de justiça da cidade, Guilherme Graciliano, solicitou que o poder executivo informe a relação, nominal, dos servidores contratados da prefeitura nos anos de 2016 e 2017.

O pedido foi publicado na edição de hoje (10), do Dário Oficial do Ministério Público de Pernambuco e faz parte de um processo de investigação da promotoria local, que poderá se tornar um inquérito civil.

O MPPE havia recebido denúncia de irregularidades na não nomeação dos aprovados no certame, onde os cargos estão sendo ocupados por contratados da administração, para exercer a função de forma temporária.

A prefeitura tem um prazo de 15 dias para fornecer as informações solicitadas

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade

  • Black Friday