Joaquim Lapa e Diogo Prado debateram sobre a Educação de Carpina em Live


Na noite da última segunda-feira (9), os candidatos a prefeito de Carpina, Joaquim Lapa (PTB), e a vice, Diogo Prado (PSC), realizaram mais uma Live, desta vez nos estúdios da TV Independência no Bairro Novo, debatendo propostas do Plano de Governo. Desta vez, o tema foi Educação e na ocasião, o convidado foi o Professor Leandro Cabral.

No início, antes de começarem o bate papo, Diogo Prado que sofreu um atentado na madrugada da segunda-feira (9), fez um comentário para tranquilizar as pessoas. “Gostaria de transmitir mais uma vez a mensagem, para as pessoas que se preocuparam com o episódio que aconteceu na madrugada, aonde meu carro sofreu seis disparos de tiros e esse assunto foi bastante comentado, mas eu quero dizer que estou bem, passamos por um susto aí, de onde partiu isso é muito claro que houve o intuito de fazer o mal, o mal que não foi alcançado, graças a Deus e nós vamos continuar nossa disposição de andar nas ruas, até porque a gente sabe que esse tipo de ação intimidatória ela tem essa finalidade também, de provocar o medo, de trazer em insegurança. E nesse momento eu me sinto disposto a continuar essa caminhada, eu sei que teremos uma semana muito intensa, uma semana decisiva nas nossa eleição Municipal, mas a nossa agenda com algumas adaptações por questão de segurança, vai permanecer e eu tenho a certeza de que as investigações que já iniciaram, nos trarão uma resposta, uma satisfação mesmo para a população, do que motivou esse esse atentado, de onde partiu e qual a intenção. Não vamos medir esforços para que a verdade venha à tona e eu tenho certeza que logo logo nós traremos novidades sobre esse assunto”, pontuou.

Durante a Live, foram destacadas as falhas e omissões da atual gestão com a educação na cidade. “A educação no Brasil, ela vem da luta histórica por valorização. Os professores lutaram por muitos anos por reconhecimento, por valorização e o Piso é justamente aquele valor mínimo que o professor deve ganhar. Ninguém deve receber abaixo desse valor. Então todos os anos é garantido um valor mínimo de reajuste, que é calculado com base na inflação do ano anterior. E Carpina infelizmente nos últimos quatro anos, tem negado esse direito ao professor. Então todo profissional merece valorização, precisa estar valorizado para que possa desenvolver o seu trabalho de formar feliz, que possa desenvolver um bom trabalho e ninguém consegue trabalhar bem sem ser justamente reconhecido por esse trabalho que presta. E os professores de Carpina, apesar de tanta luta, de tanta tanto esquecimento ao longo da última gestão, têm desempenhado um bom trabalho. Os índices do Ideb atestam isso e a gente sabe que isso é mérito exclusivo do professor, porque se a gente for levar em consideração o reconhecimento por parte da gestão, isso realmente não acontece”, destacou o professor Leandro Cabral.

A estrutura e construção de escolas, também foi algo levantado no debate. “Em todas as gestões minhas, nós construímos escolas, em todos os loteamentos construímos escolas. O município de Carpina tem 10 escolas a Rede Pública Municipal possui 10 escolas, das 10 escolas eu construí 6 e Carlos Lapa 3 e uma escola que foi construída na gestão de Sério Alfredo, eu fiz uma reforma grande nessa escola, que foi mesmo que fazer mais uma escola. Mas infelizmente, o atual gestor completa 12 anos de mandato, não construiu uma escola e nem reformou, não aumentando as salas, nem melhorou a situação dos professores. E o pior de tudo, ironicamente ele ele se acha, se autodenomina “o pagador”. Vai deixar, nós já fizemos esses cálculos aí, já nos deram esses cálculos, cálculos de débitos, de dívidas que ele vai deixar com o professorado, de mais de R$ 20 milhões de reais, quer dizer, não é bom pagador em canto nenhum deixar um débito desse”, relatou Joaquim Lapa. O candidato também ressaltou que irá construir uma escola no Bairro Cajá, com climatização e tecnologia sustentável de geração de energia.

O fato de modernização das escolas, estruturas para trabalho, materiais de qualidade disponíveis para os professores, foi algo destacado por Diogo. “A gente acaba inevitavelmente fazendo comparações, entre o que tem em Carpina e o que tem à disposição nas cidades vizinhas. E tem alguns números que que se apresentam nessa comparação que são injustificáveis, porque se a gente pegar Municípios de menor população do que Carpina, de menor receita do que Carpina e enxergar que nesse Municípios as salas são climatizadas, as salas de aula tem ar-condicionado, é investido em tecnologia na sala de aula, os professores recebem o reajuste do Piso Salarial, as escolas são construídas em padrões atualizados do Ministério da Educação, a gente começa a se questionar, por que tem em outros lugares e em Carpina não tem? E Joaquim vem com essa proposta de trazer para Carpina, o que já tem outras cidades, o que já tem na capital do Estado, eu acho que tem um projeto que é muito importante nessa nessa discussão e que vai ser uma prioridade do governo Joaquim, que é a implantação da primeira escola em tempo integral”, comentou.

A Live teve duração de 36 minutos, e pode ser acompanhada através das redes sociais d TV Independência e do candidato Joaquim Lapa.

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade