Azougue Nazaré é indicado ao Prêmio Netflix Ópera Prima


O filme Azougue Nazaré foi indicado ao Prêmio Netflix Ópera. A indicação foi anunciada nesta quinta-feira (01). O prêmio visa reconhecer os diretores que faça parte dos filmes de ficção e documentários indicados ao Prêmio Fénix, que visa promover as novas vozes do cinema ibero-americano.

Os oito diretores indicados vêm de diferentes países, começando pelo Brasil (Tiago Melo e Juliana Antunes), Paraguai (Marcelo Martinessi) e Espanha (Gustavo Salmerón), passando pela Argentina (Agustina Comedi e Lola Arias) e terminando em Cuba (Rodrigo e Sebastián Barriuso).

Filme – Em um extenso campo de cana-de-açúcar que parece não ter fim, o vento forma ondas com como se fosse o mar. Um pai de Santo pratica um ritual religioso com cinco caboclos de lança. Os caboclos ganham poderes, incorporam entidades e desaparecem.

A cidade da Nazaré da Mata é cenário de eventos misteriosos. Fenômenos sobrenaturais surpreendem a cidade, deixando a população maravilhada. Em uma casa isolada no meio do canavial, vivem Catita e a irmã Darlene. Catita participa das cerimônias de maracatu, mas esconde da esposa. Darlene é uma fiel seguidora da igreja do Pastor Barachinha, ex-professora do Maracatu convertida à religião evangélica, que agora tem a missão de expulsar o demônio do maracatu, evangelizando toda a cidade. Irmã Darlene descobre que Catita está envolvida com o Maracatu e o obriga a seguir os passos do Pastor Barachinha e se converter ao evangelismo.

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade

  • Black Friday