2ª edição do Projeto Noite dos Mestres do Apito será virtual

Estreia da programação acontece no próximo dia 28 de novembro, com transmissão pela internet. Evento acontece dentro das normas de segurança da saúde: sem aglomeração, uso de máscaras e álcool em gel, para evitar contágio da covid-19


O projeto cultural Noite dos Mestres do Apito, sucesso nas edições passadas, volta com tudo neste ano. A iniciativa, que chega à sua segunda edição, tem como objetivo valorizar uma das mais importantes manifestações culturais de Pernambuco: o maracatu rural. Por conta da pandemia da covid-19, programação será transmitida, exclusivamente, pela internet: Facebook e Yotutube, além do blog Giro Mata Norte.

Evento estreia no próximo dia 28 de novembro, às 19h, com participação especial do mestre de maracatu, Veronildo José dos Santos, de 46 anos, que representa o Maracatu Rural Cambinda Brasileira, de Nazaré da Mata, uma das mais antigas agremiação carnavalesca do estado. A festividade também será abrilhantada pela poesia e versos do mestre Guilherme Henrique, de 22 anos, do Maracatu Rural Pavão Misterioso, de Upatininga, em Aliança. A interação das apresentações, realizadas ao vivo, será comandada por Valmir Severino, que interpreta a personagem da catita Daiana. Toda programação acontece dentro das normas de saúde: sem aglomeração, uso de máscaras e álcool em gel. 

O evento virtual é idealizado e coordenado pela produtora cultural, Cilda Trindade. Com o incentivo do Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura (Funcultura PE), e apoio do Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria Estadual de Cultura e Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco – Fundarpe. O projeto conta, ainda, com a parceria da Prefeitura de Nazaré da Mata, Sociedade Musical Euterpina Juvenil Nazarena (Capa Bode) e portal de notícias, Giro Mata Norte.  

Além da estreia do dia, 28, a 2ª edição do projeto Noite dos Mestres do Apito terá mais três programações virtuais. No dia 26 de dezembro, a live cultural recebe o Maracatu Leão Faceiro de Nazaré da Mata. Já em 30 de Janeiro, será a vez do Maracatu Águia Misteriosa de Nazaré da Mata. Por fim, em fevereiro, o Maracatu Estrela Brilhante de Nazaré da Mata. Para evitar o risco de contágio do novo coronavírus, as apresentações serão restritas apenas aos mestres e contramestres dessas agremiações. 

Biografia dos mestres:

Mestre Veronildo Jose dos Santos, de 46 anos, nascido e criado na zona rural de Nazaré da Mata, na Zona da Mata Norte do Estado, é um dos ícones da cultura de raiz . Conhecido como o “tubarão da cultura” ele iniciou sua carreira no Boi de Carnaval Palmeira, sediado no engenho Camarazal, área rural de Nazaré da Mata.

No ano seguinte, foi convidado pelo mestre João Paulo, o papa do maracatu, para integrar o Maracatu Leão Misterioso de Nazaré da Mata. Lá, consolidou sua marca cultural e artística, ganhando admiração, prestígio  e reconhecimento do público. 

Em mais de duas décadas, envolvido com a arte de animar o público com sua voz forte e a combinação de versões e poesias feitos de improviso, mestre Veronildo, com é conhecido, tem uma trajetória cultural muito importante.

Na sua biografia artística, ele pode participar de várias agremiações, como o Maracatus Estrela Dourada de Buenos Aires; Estrela Brilhante de Nazaré da Mata; Águia Misteriosa de Nazaré da Mata; e Estrela de Tracunhaém.

Atualmente está como mestre do Maracatu Cambinda Brasileira, localizado no Engenho Cumbe, de Nazaré da Mata. O grupo è Patrimônio Vivo de Pernambuco, e há mais de cem anos desfila no carnaval pernambucano, do Brasil e do exterior.  

Mestre Guilherme Henrique, de 22 anos, é mais um artista revelado pela cultura popular do maracatu rural. Apesar da pouca idade, o jovem já coleciona várias conquistas dentro da brincadeira. Sua inserção na vida de mestres de improviso teve início em 2013. Sempre foi um assíduo espectador das apresentações de maracatu rural, principalmente, com poemas e versos dos mestres e contramestres. E foi nesses eventos culturais, que sua paixão e amor pelo maracatu rural se acendeu. 

O ano de 2014 foi determinante para sua vida. Foi lá que ele começou a exercitar os primeiros versos de improviso, em casa, sozinho. Já no ano seguinte, no auge dos seus 15 anos, lançou-se ao desafio de subir ao palco pela primeira vez. A convite do Maracatu Rural Gavião da Mata, da cidade de Glória do Goitá, na Zona da Mata, ocupou espaço como contramestre, que logo em seguida evolui para mestre da agremiação. Sua participação foi fundamental para que o grupo conquistasse o primeiro troféu como vice-campeão do 2º grupo de concurso de carnaval, realizado pela Prefeitura do Recife, naquele ano. Tirando  Maracatu Rural Gavião da Mata para o grupo 1. 

Já em 2016, deixou de lado o antigo maracatu, e começou a trilhar os passos com o Maracatu Rural Pavão Misterioso, do Distrito de Upatininga, área rural de Aliança, na Zona da Mata Norte. A estreia à frente da nação carnavalesca aconteceu no carnaval de 2017. Em um novo concurso de Carnaval da Prefeitura do Recife, mestre Guilherme foi campeão do grupo 2, e novamente subi para o grupo 1. 

Em 2018, ainda no mesmo maracatu, conquistou a vaga de vice campeão do grupo 1, do concurso de carnaval da prefeitura da capital pernambucana. A conquista representou a ascensão do maracatu para o grupo especial, onde, atualmente, ficam os melhores maracatus do estado, como  Pavão Dourado, Estrela Dourada, entre outros. Em 2019,  em uma nova participação no concurso de agremiações carnavalescas do Recife, venceu o terceiro lugar do grupo especial.   

Serviço:

Live Cultural da 2ª edição do Projeto Noite dos Mestres do Apito

Horário: 19h

Data: 28.11

Disponivel: https://giro.matanorte.com/

                      Facebook: https://www.facebook.com/projetonoitedosmestresdoapito

                    Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCtDUmJ5-2QDzcdjLhh-ZGLQ?view_as=subscriber

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade