Vicência sedia 15º torneio de voo livre a partir deste sábado

A novidade desta edição será a inclusão cadeirantes durante as competições


Cerca de sessenta atletas amadores e profissionais, participam, neste fim de semana, da 15ª edição do torneio de voo livre, realizado, no Engenho Jundiá, área rural do município de Vicência, na Zona da Mata Norte do Estado. A iniciativa promovida pela Prefeitura de Vicência, por meio da Secretaria de Cultura, Turismo e Eventos, tem início neste sábado (8) e segue até o domingo (9). Destaque desta edição será a participação dos integrantes do projeto “Não consigo andar, mas posso voar” – que reúne competidores cadeirantes.

O evento, que conta com participantes dos estados da Paraíba, Ceará, Alagoas, São Paulo e Rio de Janeiro, será dividido nas modalidades parapente, asa intermediária e asa de alta. Os três primeiros colocados serão premiados com valores que variam de R$ 200 a R$500.

De acordo com a organização, as ordens das provas são definidas por uma comissão técnica no dia da competição. “Esperamos que as condições meteorológicas estejam favoráveis para realização da competição. A intensidade e a direção do vento são fundamentais para execução dos voos” comentou o Secretário de Cultura, Turismo e Eventos, Juvenal Ramos.

A parte mais aguardada será o voo com cadeirantes. ”Será a primeira vez, em Pernambuco, que vou ter esta experiência, de estar lado a lado, competindo com pessoas deficiente” disse entusiasmado Claudio Cardoso, instrutor de voo livre e coordenador do projeto “Não consigo andar, mas posso voar”.

Nos dois dias, as competições acontecem das 7h às 17h30, em um dos cartões-postais mais visitados da cidade, a serra do Engenho Jundiá, que possui uma altura de mais de 500 metros acima do nível do mar.

Durante o torneio, também estão sendo esperados mais de 12 mil visitantes, que devem ir ao local, prestigiar os competidores e contemplar toda a paisagem, que pode ser vista do alto.

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade

  • Black Friday