Secretaria de Justiça inicia Projeto Prisões Livres da Tuberculose


A Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH), por meio de sua Executiva de Ressocialização (Seres), iniciou, nesta quarta (4), o projeto Prisões Livres da Tuberculose (TB), coordenado pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen). A campanha visa à conscientização dos servidores e pessoas privadas de liberdade (PPLs) da importância da prevenção, diagnóstico e tratamento adequado da doença no sistema prisional, bem como, a facilitação de acesso aos serviços de saúde.

A primeira unidade a receber a campanha foi o Presídio de Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste. Em Pernambuco, a campanha – baseada na distribuição de material disponibilizado pelo Depen – ocorrerá em todas as unidades prisionais e cadeias públicas, entretanto, seis estabelecimentos penais representarão os demais por serem portas de entrada para o sistema ou pela possibilidade de receberem um laboratório de TB: Presídio de Igarassu, na RMR; Penitenciária de Tacaimbó, no Agreste; Colônia Penal Feminina do Recife e o Presídio Juiz Antonio Luiz Lins de Barros, ambos na RMR; Presídio de Itaquitinga, Mata Norte; e o de Santa Cruz.

Os servidores da segurança receberam caderneta informativa, prancheta, mural e caneta contendo orientações de uso e informações sobre a incidência, formas de transmissão, prevenção e tratamento da tuberculose. Já os profissionais de saúde trabalham com caderno de saúde, álbum seriado, mural de informação e caneta. Os álbuns servirão para auxiliar no diálogo entre profissionais de saúde e pacientes. As PPLs receberam canecas. A Seres registra 397 casos de tuberculose em acompanhamento nas 23 unidades prisionais.   

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade