Dom Limacêdo é empossado como bispo auxiliar de Olinda e Recife


No dia da solenidade de São Pedro e São Paulo, colunas da Igreja, a Arquidiocese de Olinda e Recife teve a graça de receber e apresentar ao povo de Deus seu bispo auxiliar, dom Limacêdo Antonio da Silva. Em missa na Catedral Metropolitana, em Olinda, presidida pelo arcebispo dom Fernando Saburido, o novo bispo mostrou aos fiéis a bula pontifícia de sua nomeação, sob aplausos.

Fiéis da Região Metropolitana juntaram-se aos vindos de Aliança, Machados, Goiana, Nazaré, Paudalho e outros municípios da Zona da Mata do estado para prestigiar o momento. Dom Limacêdo é sucessor de dom Helder na diocese de Salde, na Argélia, e auxiliar na arquidiocese onde o Dom da Paz fez história. A coincidência foi ressaltada por dom Fernando em sua homilia, na qual lembrou “o compromisso missionário, marcado pelo serviço e pela coragem de verdadeiros pastores e líderes, preocupados com o bem espiritual e social do querido povo nordestino”.

A aposentada Nádia Oliveira participou da missa e se disse feliz com a chegada do bispo auxiliar. “Dom Fernando e ele serão São Pedro e São Paulo para nossa Igreja de Recife e Olinda”, disse, emocionada. Boa parte do clero de Olinda e Recife participou da celebração. No presbitério, o bispo de Nazaré, Dom Francisco Lucena, e o emérito de Nazaré, dom Severino de França, foram concelebrantes, ao lado do abade do Mosteiro de São Bento, dom Luís Pedro. Familiares e amigos de dom Limacêdo acompanharam de perto a solenidade, na primeira fila da igreja. A mãe do bispo auxiliar, dona Maria José, estava atenta e emocionada.

Ao final da celebração, e em nome do clero, o padre João Carlos Magalhães proferiu palavras de boas vindas e carinho a dom Limacêdo, desejando que sua chegada seja sinal de unidade e comunhão. “Em tempos em que o povo de Deus necessita de pastores coerentes, comprometidos com a verdade, com a luta incondicional pela vida e pelos valores cristãos, sua chegada entre nós vem renovar a certeza do compromisso inalienável na defesa da vida, onde quer que ela esteja ameaçada”, disse padre João Carlos.

O secretário estadual de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, acolheu o bispo auxiliar em nome do governador Paulo Câmara, que estava fora do Estado. O vice-chanceler da Cúria Metropolitana, padre Augusto César Figueirôa, leu a ata de tomada de posse que foi assinada em seguida por dom Fernando e dom Limacêdo.

As palavras de dom Limacêdo confirmaram sua simplicidade e humildade na Igreja. Com voz tranquila, disse que queria somar com dom Fernando Saburido no processo contínuo de evangelização da Igreja, em estado permanente de missão. “Eu me sinto como uma ponte, da terra do maracatu para a terra do frevo, para viver a experiência de uma igreja missionária, misericordiosa, profética, atenta a seu povo, ajudando essa Arquidiocese a ser modelo para o Regional NE2 e para o Brasil”, afirmou.

Entre as várias funções e cargos que o auxiliar abraçará na Arquidiocese de Olinda e Recife, uma será a coordenação das Pastorais Sociais, na Comissão de Justiça e Paz para a Ação Social Transformadora. Vários representantes de movimentos sociais estavam presentes, com faixas de boas-vindas ao bispo.

Dom Limacêdo Antônio chega à Arquidiocese depois de o antigo auxiliar, dom Antônio Tourinho Neto, ser nomeado bispo para Cruz das Almas, na Bahia.

Pascom AOR

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade