Covid-19: MPPE recomenda reabertura imediata de hospital de campanha em Timbaúba


Dez dias foi o prazo dado pela Promotoria de Justiça de Timbaúba para que a Prefeitura da cidade de Timbaúba reabra o hospital de campanha, destinado a receber pacientes com o vírus da Covid-19. A determinação foi emitida hoje (08), pelo promotor João Elias.

O promotor esteve in loco, após denúncias, visitando o setor que recebe os contaminados. O novo local funciona na UPA, que recebe, além dos infectados, pessoas que procuram atendimento médico em geral. A área é separada apenas por um biombos metálicos e plástico que segundo a recomendação ministerial, não impedem que não haja infeccões no local.

O promotor, em contato com funcionários, ouviu relatos de que são atendidas cerca de 50 pessoas por dia, no setor de Covid-19. João Elias também percebeu que pessoas infectadas chegam a confundir a entrada do hospital, pondo em risco pessoas que estão em busca de outro atendimento. Ainda segundo o promotor a equipe administrativa, dos dois setores, é a mesma.

Antes de ser fechado e ter o atendimento levado para a UPA o hospital de campanha possuía 13 leitos, três respiradores, oxigênio, desfribilador e medicamentos.

Devido a situação, que impõe riscos e podem elevar os números de contaminados pelo Novo Coronavírus, o promotor recomendou a reabertura do hospital de campanha da cidade em até dez dias. O promotor ainda sugere que o hospital funcione onde antes era instalado.

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade