Case Timbaúba certifica adolescentes em Eletrônica Básica

Componentes e circuitos eletrônicos, solda, montagem de placa e automação foram temáticas trabalhadas na formação


Quatro adolescentes do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) Timbaúba, unidade da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase), na Zona da Mata do Estado, concluíram, nesta semana, o curso de Eletrônica Básica. A formação, que teve 15 horas/aula, foi viabilizada por meio de uma parceria com o Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), instituição certificadora.

O curso foi dividido em cinco módulos e as aulas foram realizadas três vezes por semana, ministradas por um agente socioeducativo da unidade. Durante a formação, os socioeducandos aprenderam sobre componentes e circuitos eletrônicos, solda, montagem de placa e automação. Como trabalho de conclusão de curso, os jovens tiveram que produzir um alarme caseiro.

Para a coordenadora técnica do Case Timbaúba, Karolyne Bezerra, incentivar práticas que transformem a vida dos socioeducandos ajuda no processo de ressocialização. “O curso foi de fundamental importância. Nossos adolescentes e jovens reaprenderam conceitos que vão redesenhar suas expectativas de vida através dessas práticas pedagógicas”, afirmou.

OLERICULTURA – Nesta semana, dez adolescentes da mesma unidade socioeducativa iniciaram outro módulo do curso de cultivo de legumes. A formação é uma parceria entre o Eixo Profissionalização, Esporte, Cultura e Lazer da Funase e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-PE). Desta vez, os socioeducandos atendidos com o curso irão aprender sobre plantação de hortaliças.

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade