Mais Médicos tem 92% das vagas ocupadas por profissionais brasileiros

Médicos brasileiros ocuparam 3,8 mil das 4,1 mil vagas disponíveis. Inscrição a formado no exterior começa na sexta; a estrangeiro, em maio.


coletivaO Ministério da Saúde anunciou nesta quinta-feira que 92% das 4.146 vagas preenchidas nas três primeiras chamadas de 2015 do programa Mais Médicos, que tem como objetivo levar médicos brasileiros e estrangeiros a áreas pobres e remotas do país, foram ocupadas por profissionais com CRM brasileiro. Segundo a pasta, 3.830 oportunidades brasileiros atuarão em 1.294 municípios e 12 distritos indígenas.

O número representa mais do que o dobro de médicos brasileiros já inscritos no programa nas cinco etapas anteriores, realizadas desde julho de 2013. Ao todo, o programa tem atualmente 1.846 brasileiros e 12.616 estrangeiros, dos quais 11.429 cubanos, atuando em diferentes pontos do país pelo programa.

Nesta sexta-feira (10), 286 vagas remanescentes serão abertas para médicos brasileiros formados no exterior. Caso a demanda não seja atendida, profissionais estrangeiros poderão se inscrever no programa a partir do dia 5 de maio.

Com o preenchimento da totalidade das vagas, a previsão é chegar a 18.247 médicos em 4.058 municípios, cobrindo 63 milhões de pessoas. “Nós temos uma percepção que essas vagas serão preenchidas por médicos brasileiros formados no exterior sem que tenhamos a necessidade de recorrer, nessa ampliação do programa Mais Médicos, à presença de médicos estrangeiros”, disse o ministro da Saúde, Arthur Chioro.

Para ele, o grande interesse dos profissionais brasileiros pelo programa se deve à avaliação positiva feita pelos médicos já em atuação. Pesquisa encomendada pelo ministério e elaborado pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) indica que 90% dos profissionais com CRM brasileiro indicariam a participação de outros médicos e 93% afirmaram estar “satisfeitos” ou “muito satisfeitos” com o programa.

“Cem por cento desses médicos disseram que foram bem ou muito bem recebidos pela comunidade. Esses dados ajudam a mostrar o boca a boca, o diálogo e o comentário que consolida cada vez mais o Mais Médicos como opção de formação e de atuação desses profissionais na atenção básica”, disse o secretário de Gestão do Trabalho, Educação e Saúde, Henry Pinto.

Vagas
A região que mais atraiu profissionais na etapa de 2015 foi o Nordeste: de 1.779 vagas, 1.726 (96%) já foram ocupadas. Em segundo lugar ficou o Sudeste, com 95% das 1.022 oportunidades preenchidas. O Centro-Oeste conseguiu ocupar 370 (93%) das 396 oportunidades, e o Sul ocupou 283 (68%) vagas das 409 disponíveis.

Dentre os distritos indígenas, 13 (37%) das 35 vagas foram preenchidas. Amapá, Distrito Federal e Sergipe preencheram a totalidade das vagas e 20 estados já ocuparam 90% das vagas. Amazonas foi o estado com a menor taxa: apenas 60% dos postos foram preenchidos.

A demanda por profissionais em unidades básicas de saúde já foi atendida integralmente em três distritos indígenas e em 1.088 (84%) dos municípios. Segundo o ministério, até o momento, 77 localidades ainda não conseguiram atrair nenhum médico e 120 tiveram a solicitação parcialmente atendida.

do G1

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade