6º VerOuvindo estreia com curtas pernambucanos acessíveis em Nazaré e Vitória nesta quarta (10)

Festival de filmes com acessibilidade comunicacional realiza o primeiro dia de exibições com a Sessão Pernambucanos LAB PE nas cidades de Nazaré da Mata e Vitória de Santo Antão. Exibições são gratuitas e abertas para pessoas com deficiência visual e auditiva


O 6º VerOuvindo – Festival de Filmes com Acessibilidade Comunicacional do Recife dá início nesta quarta-feira (10) à programação da edição 2021, que trará lançamentos, mostras competitivas, formação em acessibilidade, filmes clássicos e ações no espaço público. No pontapé inicial, o VerOuvindo acessa as cidades de Nazaré da Mata e Vitória de Santo Antão com filmes apoiados pelo Edital de Criação, Fruição e Difusão LAB PE 2021. 

As duas cidades receberão a Sessão Curtas Pernambucanos LAB, uma série de curtas realizados durante o período pandêmico refletindo os impactos nas cidades e no ambiente. 

A primeira sessão será em Vitória de Santo Antão, no Teatro Silogeu Prof. José Aragão, a partir das 10h. À tarde, a partir das 15h, os filmes seguem para Vitória de Santo Antão, com exibição no Centro de Referência e Formação da Criança e Adolescentes Surdos, o Crefas. 

Serão exibidos os curtas Cabocolino (2021), de João Marcelo Alves, Ethxô Nandudya (2021), com direção coletiva, e O Rio – Um itinerário poético (2021), de Adelina Pontual. Ambas as sessões são abertas e gratuitas para pessoas com ou sem deficiência visual.

Os filmes selecionados pela curadora do festival Amanda Mansur para esta mostra apontam para diferentes paisagens do estado e também para vidas impactadas pela pandemia. Além das cidades acima mencionadas, os curtas poderão ser assistidos em Recife, no Cinema da Fundação – Derby, no dia 15, às 14h30. 

Sobre os filmes

Cabocolino (2021) é o primeiro curta de documentário do diretor João Marcelo. O filme acompanha a saga do brincante João de Cordeira, um artista que luta para manter viva a tradição do Bloco de Caboclinhos, do Sítio Melancia, da cidade de João Alfredo, Agreste Pernambucano. 

O filme de documentário Ethxô Nandudya (2021), por sua vez, é uma direção coletiva de Fernando Matos, Narriman Kauane, Raryson Freitas, Tayho Fulni-ô, Thales Matos. A obra traz o impacto que o surgimento do coronavírus trouxe para a convivência social na aldeia. Quando a população indígena começou a ser infectada, eles tiveram que criar novas estratégias de convívio, na tentativa de seguir as orientações da Organização Mundial de Saúde.

Por fim, no filme O Rio, um itinerário poético (2021), dirigido por Adelina Pontual, o tempo e o espaço são dilatados nas memórias de um rio e dos lugares que ele percorre. O curta é inspirado no poema O Rio, de João Cabral de Melo Neto, e traz um livre percurso poético de imagens e sons que simbolizam a trajetória do rio Capibaribe, desde sua nascente até seu desaguar no oceano, no Recife. O filme conta com a poesia de Bell Puã e com a produção de Chica Mendonça – Chá Cinematográfico.

Sobre o 6º VerOuvindo

O 6º VerOuvindo – Festival de Filmes com Acessibilidade Comunicacional do Recife ocorrerá este ano de 10 a 15 de novembro em formato híbrido (presencial e Na Rede). A programação presencial acontecerá nas cidades de Recife (Cinemas da Fundação Joaquim Nabuco e Teatro do Parque), Nazaré da Mata e Vitória de Santo Antão, enquanto a programação na rede poderá ser conferida no canal de Youtube do festival. Todas as sessões serão gratuitas e abertas para pessoas com e sem deficiência.

Além das exibições acessíveis, o VerOuvindo também realiza dentro de sua programação a II Jornada VerOuvindo, espaço que fomenta a formação, discussão e reflexão sobre o fazer da acessibilidade comunicacional nos mais diversos campos, voltado para estudantes, professores e pesquisadores da área e interessados em geral. 

SERVIÇO

6º VerOuvindo – Festival de Filmes com Acessibilidade Comunicacional do Recife

10 a 15 de novembro

Programação presencial em Recife, Nazaré da Mata e Vitória de Santo Antão

Programação remota no canal de Youtube do festival

1º DIA – 10/11 (QUARTA-FEIRA)

Sessões Descentralizadas – Mostra Curtas Pernambucanos – Lab

10h – Vitória de Santo Antão (Instituto Histórico e Geográfico de Vitória de Santo Antão)
15h – Nazaré da Mata (Centro de Referência e Formação da Criança e Adolescente Surdos)
Cabocolino (2021), João Marcelo Alves
Ethxô Nandudya (2021), direção coletiva
O Rio – Um itinerário poético (2021), Adelina Pontual

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade