Detento é recapturado e alega que carregador da tornozeleira eletrônica que usava foi tomado de assalto


camutangaUm detento em regime semi-aberto do Sistema Prisional de Pernambuco foi recapturado na tarde desta sexta-feira (10), na Rua Prudêncio Delfino de Oliveira, Alto Santa Terezinha, no município de Camutanga.

O detento Manoel José da Silva, de 45 anos de idade, estava sendo monitorado por tornozeleira eletrônica, cujo sinal teria desaparecido do sistema do Núcleo de Rastreamento do CIODS, quando houve o pedido de recaptura do mesmo.

Ao ser encontrado pela polícia, o detento, que estava com o equipamento de monitoramento intacto, informou que teria sido alvo de assalto e o carregador do instrumento teria sido levado durante o delito, o que impossibilitou o carregamento do equipamento.

O detento foi encaminhado à Penitenciária Ênio Pessoa Guerra, em Limoeiro, no Agreste do Estado.

Saiba mais sobre a tornozeleira eletrônica:

— É composto de uma cinta com um cabo de fibra de aço e fibra ótica, e uma caixa à prova d’água onde estão os dispositivos de rastreamento e comunicação;

— Há um número de identificação que fica na parte de trás da caixa e é usado para o cadastro do apenado do semiaberto que tem o benefício de usar o equipamento;

— Há uma bateria que dura cerca de 30 horas, um GPS, um sensor de luz e ar, dois chips de operadoras de celular, um dispositivo anti-impacto;

— Do lado de fora, uma luz comunica o status da bateria. Quando alterna entre verde e vermelho está descarregando;

— O equipamento é carregado na tomada, como um celular, pelo apenado.

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade