Promotoria de Justiça instaura inquérito para investigar existência de funcionário fantasma na Câmara de Carpina


A 2ª Promotoria de Justiça de Carpina, através do Promotor Guilherme Graciliano Araújo Lima, instaurou um inquérito civil para investigar a existência de funcionário fantasma, na Câmara de Vereadores de Carpina. A informação foi publicada, no Diário Oficial de Hoje (19), do Ministério Público de Pernambuco (MPPE).

A denúncia foi protocolada, na Promotoria, no ano passado onde informa a prática.

A funcionária denunciada foi intimada, a comparecer na sede da Promotoria, para prestar esclarecimentos. Ela trabalhou como como chefe de gabinete, nos períodos 2013-2014 e como Tesoureira da Casa Drº Murilo Silva, nos anos de 2015 e 2016.

No Portal da Transparência da Câmara de Vereadores de Carpina não consta o nome da denunciada, como servidora nos anos posteriores, ou seja ela não foi funcionária do legislativo municipal entre os anos de 2017 a 2022.

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade