Carpina: Agentes de endemias podem decretar greve


Ilustração

Ilustração

No dia em que a Prefeitura da Cidade do Carpina fará o lançamento do Plano Municipal de Combate ao Aedes Aegypti os principais combatentes poderão cruzar os braços, por falta de pagamento. Os agentes de endemias, que vão de casa em casa, enfrentando de frente o problema possivelmente entram em greve nesta quinta-feira (03).

Na manhã de hoje (02) alguns agentes estiveram na sede de Promotoria do município, onde ingressaram com uma queixa crime contra a prefeitura, onde cobram o pagamento dos salários atrasados dos servidores. Os agentes requerem o pagamento de dois meses de salários atrasados.

A paralisação será decidida após uma negociação, que acontece na manhã desta quinta. Caso não haja o pagamento dos vencimentos atrasados os agentes de endemias entram em greve.

A paralisação dos agentes poderá ocorrer no momento em que o estado enfrenta um surto de Dengue, Chikungunya e Zika Virus. O Zika é apontado como o causador da microcefalia, que no momento é o principal problema de saúde enfrentado em Pernambuco, onde o estado lidera o número de casos no país. Em Carpina dois casos de microcefalia já foram confirmados pela II GERES (Gerência Regional de Saúde).

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade