Artesã mais antiga de Tracunhaém , Dona Eugênia recebeu título de cidadã do município

Por Giro Mata Norte 10/12/2021 16:20 • Atualizado 10/12/2021
Compartilhe

Nascida em Carpina, e logo trazida para Tracunhaém ainda recém nascida, Eugênia Gomes da Silva, conhecida por Maria Eugênia, 93 anos de idade, artesã mais antiga do município, recebeu nesta quinta-feira (9) o título de cidadã tracunhaense.

O Decreto Legislativo foi de autoria da vereadora Gaby da Assistência Social (AVANTE) e conseguiu a unanimidade.

A homenageada esteve na câmara acompanhada dos parentes.

Mãe de 6 filhos, avó de 10 netos, além de vários bisnetos, ainda com boa saúde, Dona Eugênia conseguiu encaminhar os filhos na arte do barro, tendo vivenciado a cultura através dos seus pais artesãos de Tracunhaém.

Aos 12 anos de idade tornou-se aprendiz de oleira e a própria artesã ressalva como sua mestre , Comadre kina, assim conhecida.

Aos 15 anos, a menina Eugênia já fazia suas próprias peças, conseguindo vender e passar a sobreviver do barro com suas próprias mãos.

Profissão essa que lhe tornou a gigante na arte que é hoje, mãe de quatro filhos e duas filhas, dona Eugênia passou seu legado como herança pra seus filhos,e consequentemente foi repassado para os netos.

A artesã ainda vive atualmente na mesma casa onde cresceu e criou seus filhos,casa essa que sempre teve a sua olaria,onde ainda hoje seu neto Davi da Silva dar segmento a sua história e sua arte.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Mais do Giro Mata Norte