Vice-prefeita de Cumaru renuncia ao cargo após sua candidata perder na cidade

Gestora disse que deixaria prefeitura se Marília Arraes vencesse Raquel Lyra na cidade.


Um caso inusitado ocorreu na cidade de Cumaru, no Agreste do Estado. A vice-prefeita, Girlene Cardoso (PP), deixou o cargo na segunda-feira (31), após prometer transferir o seu título eleitoral caso sua candidata a governadora, Raquel Lyra (PSDB), saísse derrotada das urnas.

Apesar da tucana ter vencido o pleito estadual, a vencedora na cidade foi a candidata Marília Arraes (SD), com 50,11% ou 5.460 votos.

Na cidade, a chefe do Executivo eleita teve 49,89% ou 5.436. Ou seja, uma diferença de apenas 24 votos. O compromisso de transferir o seu título eleitoral foi firmado em cartório.

Na cidade, Arraes tinha o apoio da prefeita de Cumaru, Mariana Medeiros (PP), e pelo seu grupo político, que inclui o presidente da Assembleia Legislativa, Eriberto Medeiros (PSB), e o deputado estadual eleito Eriberto Filho (PSB) e o vereador do Recife, Eriberto Rafael.

Folha de Pernambuco

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade