Verão: Antônio Moraes quer ajuda estadual para cidades litorâneas


O Governo de Pernambuco deveria auxiliar municípios litorâneos com pouca estrutura e pessoal para atender ao fluxo de turistas no verão. Foi o que defendeu o deputado Antônio Moraes (PP), em discurso no Pequeno Expediente desta quinta (4). De acordo com ele, serviços como coleta de lixo e atendimento de saúde são afetados pela grande quantidade de veranistas.

“Uma cidade como Itamaracá (Região Metropolitana do Recife), por exemplo, fica ingovernável. Nos meses de dezembro, janeiro e fevereiro, passa de cerca de 23 mil habitantes para mais de 100 mil”, relatou. “Falta medicação e pessoal para atendimento nos postos de saúde nesta época do ano. A coleta de lixo também não consegue absorver a demanda.”

Segundo o parlamentar, o problema se repete em outras localidades do litoral pernambucano, como Tamandaré, São José da Coroa Grande e Sirinhaém. Moraes sugeriu que a Secretaria Estadual de Saúde disponibilize profissionais para esses municípios nos meses em que a população aumenta desproporcionalmente. 

“Há casos como os de Ipojuca (Mata Sul) e Goiana (Mata Norte), que já possuem uma receita razoável. Mas nas demais cidades que citei, a situação é inadministrável. É preciso haver um programa de governo com apoio a esses municípios no período”, observou.

Procuradores municipais – Antônio Moraes também pediu um Voto de Aplausos para o procurador-geral municipal do Recife, Gustavo Machado Tavares, por ter assumido a presidência da Associação Nacional dos Procuradores Municipais (ANPM), na última segunda (1°). “É motivo de muito orgulho ter um pernambucano dirigindo uma entidade tão importante”, declarou.

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade