Sob emoção, Buenos Aires inaugura Escola Municipal em homenagem a vereadora Helena Holanda Silva

Por Giro Mata Norte 22/10/2021 16:00 • Atualizado 22/10/2021
Compartilhe

Há um ano e nove meses Buenos Aires perdia um dos seus mais expressivos nomes, a ex-vereadora Helena de Holanda Silva, primeira vereadora e única presidente da câmara municipal mulher a liderar a mesa na história do município, que dedicou toda a sua vida em prol da coletividade.

Como forma de homenagear a ex-parlamentar, a Prefeitura de Buenos Aires inaugurou nesta sexta-feira (22) a Escola Municipal Vereadora Helena de Holanda Silva, localizada em Chã de Mulatas, zona rural do município, que conta com 2 salas climatizadas e capacidade para 80 alunos das comunidades rurais adjacentes..

A nova escola obedece ao novo padrão de unidades escolares. A Secretária de Educação, Cultura e Desporto, Zélia Andrade, não conteve as lágrimas, pela homenagem prestada, in memorian, a sua mãe, e matriarca da família, que também é mãe do ex-vereador e ex-vice-prefeito Cláudio de Helena.

“Quando lembrar da minha mãe, lembre-se daquela que ajudou muitas pessoas a virem ao mundo”, falou, emocionada, Zélia.

Dona Helena foi parlamentar entre entre os anos 1993 e 1996, chegando a ser a primeira mulher a chegar à presidência da Câmara Municipal, em Buenos Aires.

“Dona Helena foi uma pessoa que nos encantava com seu carisma, disciplina e dedicação impecáveis. Atributos muito importantes nesta mulher, que também se dedicou à educação do município. Dona Helena rompeu barreiras, conquistou seu espaço, e nada mais justo do que essa homenagem”, disse o prefeito.

Representando a comunidade, a Agente Comunitária de Saúde, conhecida por Dinha, falou do sonho da comunidade que se concretizou, e que também era o sonho de seu filho, Alex Felipe, que hoje está com 12 anos de idade, estudando no 6º ano do ensino médio, em uma escola da zona urbana.

“Um certo dia, o prefeito Fabinho Queiroz, durante campanha política, chegou em minha residência e na ocasião meu filho o chamou em particular, pediu a ele que fizesse uma escola melhor para os garotos da comunidade, que sofriam bastante sem ter um espaço digno”, relatou a ACS.

O professor Carlos Eduardo, que representa o Fórum Nacional de Educação no Campo, exaltou a iniciativa do gestor, em não fechar as escolas do campo, e sim construir, indo na contramão da realidade do país.

“Estamos impactando vidas em prol desse equipamento que estamos inaugurando. Isso é vitória para o campo. Temos diversos municípios fechando escolas no campo, em Buenos Aires, estamos abrindo”, comemorou o professor.

Para o vice-prefeito Léo, a inauguração da escola marca mais uma promessa de campanha e exaltou o momento, dizendo: “Que saia grandes mestres desta escola”.

Dona Maria do Carmo, de 73 anos de idade, relembrou a amiga homenageada. “Estou orgulhosa em ver o nome da minha amiga Helena nesta escola”, disse a mulher.

O vereador Romildo de Zé Rubem relembrou a última escola que foi inaugurada na comunidade. “Parabéns ao prefeito Fabinho. A última escola construída na comunidade aconteceu em 1980, quando meu pai Zé Rubens foi secretário de Obras, na gestão do então prefeito Pedro Correia. E essa homenagem a Dona Helena teve uma história importante na nossa política. Ela foi a primeira vereadora e presidente da Câmara, logo após o fim do regime militar. E foi eleita no campo da oposição ”, relembrou o parlamentar, que também cobrou a instalação de um posto de saúde na comunidade.

O vereador e autor do requerimento que homenageou Dona Helena, Netinho falou sobre a instalação da escola e da homenagem, dizendo: “O sonho de uma criança que disse um dia que a escola era feia foi realizado. Essa homenagem a Dona Helena não é para só ter um nome, mas ter um marco”, disse.

A vereadora Jane do Leite e o vereador Fernando Emiliano relembraram a vida dedicada de Dona Helena também à saúde do município, inclusive Dr. Fernando, que além de vereador é dentista, falou da oportunidade de estagiar, que foi uma contribuição da homenageada.

“Na luta para salvar vidas à grande parlamentar. Dona Helena foi uma grande mulher. Que grande homenagem”, disse Jane do Leite, segunda mulher a ter assento à casa, após Dona Helena.

O laço da inauguração foi cortado com a participação, exclusiva, de todos os parentes, envolvendo filhos e netos, como sugestão do prefeito Fabinho Queiroz.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Mais do Giro Mata Norte