Quarentena mais rígida em Goiana até 23 de junho para reduzir o número de infectados pelo Covid-19

Por Giro Mata Norte 16/06/2020 07:56 • Atualizado 16/06/2020
Compartilhe

O prefeito em exercício do município de Goiana, Eduardo Honório Carneiro, na tentativa de reduzir o número de infectados pelo novo coronavírus e, assim, retomar mais rapidamente as atividades econômicas, determinou a adoção de uma quarentena mais rígida.

Com o decreto, cuja medida é válida até o dia 23 de junho, ficou definido que apenas serviços considerados essenciais poderão funcionar.

O município de Goiana foi colocado na lista dos 85 municípios de Pernambuco que não poderão adotar medidas de reabertura do comércio, devido à alta taxa de contaminação pelo novo coronavírus (covid-19).

No decreto também ficou determinado que é obrigatório, em Goiana, a utilização de máscara pelas pessoas que tenham de sair de casa e circular em vias públicas para exercer atividades, adquirir produtos ou serviços essenciais.

Como forma de alertar a população sobre a necessidade de permanecer em casa, foram instalados telões nas principais vias da cidade.

Neles serão exibidos oito filmes educativos durante todo o dia. A Prefeitura ainda vai disponibilizar mais de 80 agentes de saúde, que ficarão espalhados pelas ruas da cidade distribuindo álcool em gel e máscaras, além de solicitar que seja respeitado o distanciamento, de no mínimo 2 metros, nas filas de agências bancárias e casas lotéricas.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Mais do Giro Mata Norte