Prefeitura de Condado suspende gratificação para funcionários da saúde que atuam na linha de frente da Covid-19


Alegando não ter mais condições de efetuar o pagamento o prefeito da cidade de Condado, Cassiano (Republicanos), suspendeu o pagamento de gratificações a servidores da saúde, que atuam na linha de frente da Covid-19.

O decreto, assinado pelo prefeito, foi publicado hoje, mas teria sido assinado pelo gestor no último dia 01 de fevereiro. Coincidentemente o documento foi assinado dia depois em que o gestor anunciou que havia sido infectado pela doença.

Cassiano alega que o município não tem condições de arcar com o pagamento das gratificações, que gira em torno de um pouco mais de R$ 63.500,00 mil. A verba era enviada pelo Governo Federal, que encerrou o repasse.

De acordo com o decreto 266 servidores recebiam a gratificação.

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade