Governo do estado inicia recuperação da rodovia Buraco do Tatu, em Bom Jardim


image (6)O governador Paulo Câmara autorizou, neste sábado (05), a requalificação da rodovia Buraco do Tatu, em Bom Jardim, no Agreste Setentrional. Em uma solenidade no auditório do Colégio Santana, o gestor estadual assinou a ordem de serviço liberando R$ 8,1 milhões para a realização da intervenção. A recuperação do trecho de seis quilômetros será finalizada em quatro meses. A melhoria da malha viária e a criação de acessos é uma das prioridades do Governo de Pernambuco, que tem feito um forte investimento na infraestrutura de todas as regiões do Estado. Na oportunidade, o chefe do Executivo estadual ainda visitou o Centro de Inclusão Produtiva (CIP) – espaço voltado para o fomento das potencialidades econômicas da região, que é engajada à cadeia têxtil.

“A recuperação dessa rodovia é fundamental. Com esse investimento que estamos realizando, vamos melhorar a qualidade de vida das pessoas que por aqui passam, garantindo mais segurança, conforto e a redução do tempo gasto com os deslocamentos”, afirmou Paulo, ressaltando: “Para que os projetos saiam do papel, temos que colocar o pé no chão e priorizar as ações mais importantes para a população”.

A recuperação da rodovia vicinal do Buraco do Tatu vai complementar uma outra intervenção autorizada pelo governador neste sábado: o restauro da PE-88. Um trecho que corta Bom Jardim, Orobó e Umburetama. De acordo com o secretário da Secretaria de Transportes, Sebastião Oliveira, esses projetos estão interligados e são essenciais para o desenvolvimento da região. “Quero pedir a população que seja a fiscal dessa obra, que acompanhe os trabalhos que, com certeza, vão ajudar na economia local. E, com isso, o governador mostra que tem respeito por essa região”, acrescentou.

Para o comerciante José Genilson, a intervenção vai melhorar os negócios. “Hoje, nós enfrentamos muitas dificuldades para chegar ao Centro. E, com a rodovia restaurada, não vamos perder tempo e nem dinheiro na estrada”, disse o morador, que comercializa lanches. Ele aprovou a decisão do governador Paulo Câmara de investir no trecho e ressaltou a importância de ouvir a população. “Já faz uns 15 anos que nós aguardamos por esse reparo. E, agora, será finalmente realizado”, celebrou.

Ao agradecer o investimento do Governo do Estado, o prefeito Jonathas Miguel destacou classificou o investimento como um “fruto” que está sendo plantado em conjunto. “Nós queremos fazer o melhor, mas estamos em um momento que temos que priorizar as ações”, explicou o prefeito. “Quando a gente tem boa vontade e honra os compromissos, tudo dá certo. Esse gesto ficará marcado nos corações do nosso povo”, ressaltou o gestor municipal.

Na ocasião, o governador também entregou obras realizadas com recursos do Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal (FEM). No valor de R$ 2,6 milhōes, o plano de trabalho elaborado pela prefeitura contempla a pavimentação de ruas, a requalificação de praças e a construção do Centro Esportivo do Município. Ainda durante a cerimônia, Paulo Câmara recebeu o título de cidadão bom jardinense.

INCLUSÃO PRODUTIVA – O Centro de Inclusão Produtiva (CIP) é um espaço dedicado à qualificação da mão de obra e capacitação de empreendedores. Em fase de acabamento, o projeto foi viabilizado após um convênio entre o Estado, a Companhia Integrada Têxtil de Pernambuco (CITEPE), a prefeitura e o Instituto Desenvolvimento Humano (IADH). Com um investimento de R$ 1,3 milhão, foi erguido para incluir a população à cadeia têxtil.

“Eu tenho a oportunidade de visitar o Estado, entregando obras e ouvindo a população. A implantação do CIP é resultado de um processo de escuta, de trabalho em conjunto. E ratifica o talento do nosso povo que precisa apenas de uma oportunidade para empreender e crescer”, frisou Paulo Câmara, pontuando que vai continuar fazendo parcerias que gerem emprego e renda.

No local, 56 costureiros trabalham para suprir a demanda da região. Para Leidiane Gomes, que preside a cooperativa que realiza a gestão do CIP, o novo espaço viabilizou o aumento da produção. “Aqui, nós já conseguimos finalizar 250 peças por dia. Além disso, nós também já estamos ampliando o número de cooperados. Essa semana já filiamos dois novos companheiros”, afirmou Leidiane, dizendo ainda que as peças montadas no centro são enviadas à Santa Cruz do Capibaribe para serem comercializadas.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Thiago Norões, disse que o CIP tem uma proposta funcional, que vai permitir a integração entre o setor produtivo e o de formação. “O Centro é um exemplo de uma parceria entre o Estado, a prefeitura e a iniciativa privada. Com isso, nós provamos como é importante trabalhar os arranjos produtivos locais e desenvolver todas as regiões de forma igualitária”, frisou o gestor. A estrutura contempla salas de reuniões, administração e as células de produção (com especialidade em Jeans, Malhas, Cama, Mesa e Banho e Lingerie).

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade