Fundo partidário triplicado dará R$ 117 milhões ao PT e R$ 96 milhões ao PSDB

CRISE? Dilma não veta fundo partidário e verbas para legendas vão a R$ 867,5 milhões.


dilma-15

Foto: Reprodução

Mesmo com o Brasil em severa crise financeira, a presidente Dilma Rousseff (PT) sancionou sem vetos o Orçamento Geral da União (OGU) deste ano sem mexer no formato aprovado no Congresso para o fundo partidário, que virá triplicado. Com um salto de R$ 308,2 milhões em 2014 para R$ 867,5 milhões em 2015, o PT, de onde veio a maior pressão pela aprovação, será o maior beneficiado: vai saltar de R$ 50,3 milhões para R$ 117 milhões em recursos públicos.

Na última sexta-feira, o PT divulgou que não aceitaria mais doação de empresas. Não falou, contudo, que nos bastidores já apertava a presidente para não haver veto ao orçamento 2015 do fundo.

Reportagem publicada nesta segunda, pela Folha de São Paulo, mostra que o PSB, principal partido pernambucano, nacionalmente receberá, em lugar dos R$ 18,7 milhões de 2014, R$ 55 milhões este ano. Mas o segundo lugar nacional é o PSDB, que terá R$ 95,9 milhões, seguido pelo PMDB, com R$ 93,7 milhões.

Fonte: JC

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade