Contratações, realizadas pela Prefeitura de Timbaúba, são julgadas ilegais pelo TCE

1.299 contratações realizadas ao longo de 2018 foram declaradas ilegais pela corte de contas.


De forma unânime a Segunda Câmara do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE) julgou ilegais, nesta terça-feira (05), 1.299 contratações realizadas pela Prefeitura de Timbaúba, ao longo do exercício financeiro de 2018.

O conselheiro substituto, Luiz Arcoverde Filho, foi o relator do processo.

A admissão, feita pelo gestor da cidade, Ulisses Felinto Filho (PSDB), tiveram o registro negado pelos conselheiros que ainda multaram o prefeito.

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade