Câmara ler parecer prévio pela rejeição das contas de 2015 de ex-prefeito de Glória do Goitá

O ex-prefeito ainda tem outras 5 contas rejeitadas pelo TCE


A Câmara de Vereadores de Glória do Goitá, na sessão ordinária desta segunda-feira (01), leu o Parecer Prévio do TCE – Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco recomendando à rejeição das contas do ex-prefeito Zenilto Vieira Miranda (PTB), relativas ao exercício financeiro de 2015, pelo Poder Legislativo Municipal. O presidente da Câmara atendeu ao ofício nº 0542 da Corte, referente Processo Eletrônico nº 16.100.037-0. No caso de Processo Eletrônico, a Câmara de Vereadores terá 75 dias para apreciar e julgar as contas, que segue agora para a Comissão de Finanças e Orçamento – CFO.

O ex-prefeito teve as contas de 2015 rejeitadas por unanimidade de votos pela Segunda Câmara do TCE. O Tribunal informa que mesmo sendo notificado Zenilto Miranda, deixou transcorrer in albis, ou seja, em branco, sem qualquer manifestação da parte, para apresentação de defesa.

Em 18 de junho desde ano, a Câmara de Vereadores, aprovou o parecer da CFO – Comissão de Finanças e Orçamento, pela rejeição da prestação das contas de 2006, que segue em tramitação na Casa Legislativa.

Contra o ex-prefeito ainda tem outras 5 contas rejeitadas pelo TCE (2006, 2007; 2008; 2014 e 2016).

Em outubro de 2015, Zenilto Miranda foi afastado do cargo de prefeito pela Polícia Federal por lavagem de dinheiro, na Operação Carona, que investiga desvios de recursos da educação no transporte escolar.

O ex-prefeito Zenilto Miranda responde ainda na Justiça Federal processo por desvios de dinheiro da construção de uma creche municipal.

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade

  • Black Friday