Homem é executado em Itambé. Presidente da Câmara de Vereadores da cidade ficou ferido


Um homem foi executado com diversos disparos de arma de fogo e duas pessoas ficaram feridos, na noite desta terça-feira (12), no centro da cidade de Itambé.

Claudio Roberto Borges, de idade não divulgada, conhecido como Claudinho, estava em frente a uma funerária, onde trabalhava quando homens armados chegaram efetuando diversos disparos em sua direção. A vítima, que estava sentada em uma cadeira, não teve poder de reação, morrendo no local.

O presidente da Câmara de Vereadores do município, José Luís Targino de Moura, 56 anos, conhecido como Luís da Funerária (SD), estava no local no horário do crime, e foi alvejado por tiros. Um motorista da empresa, identificado apenas por Cleiton, também foi alvejado.

Claudinho, mesmo inocentado da acusação em julgamento no ano de 2015, continuava apontado como sendo um dos mandantes do assassinato do vice-presidente do Partido dos Trabalhadores, Manoel Mattos, em razão de recurso do MPF contra a sentença absolutória.

Mattos foi morto em 24 de janeiro de 2009, em Pitimbu, na Paraíba, a 100 quilômetros da capital, João Pessoa. O assassinato foi atribuído a suspeitos de integrar um grupo de extermínio do qual fariam parte policiais militares e civis e agentes penitenciários. Ao grupo são atribuídos mais de 200 assassinatos nos últimos dez anos. Mattos se tornou conhecido por denunciar os crimes praticados na divisa de Pernambuco com a Paraíba, região conhecida como “fronteira do medo”.

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade

  • Black Friday