“Tudo que é para moralizar, não interessa ao Governo do Estado” afirma Clarissa Tércio


Foi nesse tom de indignação que a Deputada Clarissa Tércio (PSC), fez um pronunciamento na tarde dessa segunda-feira (07), na Assembleia Legislativa de Pernambuco, em defesa da implantação das Escolas Cívico-Militares.

Nele, Clarissa Tércio lembrou  a falta de respeito com os professores dentro e fora das salas de aulas. “Não estamos falando de qualquer projeto. Estamos nos referindo a Lei 9.605, sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro, que tem como objetivo fortalecer os valores humanos e cívicos. Exatamente o que está em falta em boa parte das escolas públicas de Pernambuco. Perguntamos então: O governo não tem interesse em resgatar esses valores?”. Enfatizou a deputada.

Para a deputada, a decisão do Governo de Pernambuco em não aderir ao programa inclusive sem consulta a sociedade, repassa a ideia de uma oposição irresponsável e dirigido apenas por questões ideológicas e individuais. “Não podemos admitir que o nosso estado fique de fora de programas como esses, que só trazem benefícios aos nossos jovens e adolescentes”. Completou.

Clarissa Tércio, cobrou também um posicionamento do prefeito do Recife Geraldo Júlio (PSB), no sentido de ouvir a sociedade e buscar a implantação do projeto na capital do estado. “Parabenizo o prefeito do Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira, pela sensibilidade em atender o nosso pleito e decidir pela adesão das Escolas Cívico-Militares no município”, disse Clarissa Tércio. Anderson Ferreira, aderiu ao projeto após solicitação da deputada Clarissa Tércio e do Pastor Júnior Tércio, Vice-Presidente da Assembleia de Deus Ministério Novas de Paz.

O Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares, foi anunciado no dia 05 de setembro pelo Governo Federal e prevê a implementação de 216 colégios até 2023 – 54 por ano, a começar por 2020. É o dobro do anunciado pelo Ministério da Educação (MEC) no Compromisso Nacional pela Educação Básica, em julho.

A escola cívico-militar é um modelo desenvolvido para promover a melhoria na qualidade da educação básica do país. O objetivo é construir um ambiente de parcerias e de maior vínculo entre gestores, professores, militares, estudantes,  pais e responsáveis.

Uma pesquisa realizada pelo Instituto Checon em todos os estados e no Distrito Federal revelou que 85% dos entrevistados gostariam de matricular seus filhos em escolas cívico-militares.

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade