Quadrilha especializada em fraudar concursos são alvos de operações em Pernambuco, outros três estados e no DF


Dezenas de mandados de prisão e de busca e apreensão domiciliar são cumpridos, nesta quinta-feira (20), em duas operações deflagradas pela Polícia Civil de Pernambuco com o objetivo de combater o crime organizado e a corrupção. Os alvos são suspeitos de fraudar concursos públicos.

As ordens judiciais, expedidas pela Vara de Crimes contra a Administração Pública e a Ordem Tributária do Recife, são cumpridas em Pernambuco e outros três estados do Brasil: Paraíba, Alagoas e Espírito Santo, além do Distrito Federal.

Uma das operações é a Pitonisa, cujos trabalhos tiveram início em 2018. Nesta quinta, são cumpridos dois mandados de prisão e 15 de busca e apreensão domiciliar.

Na segunda operação, chamada Múltipla Escolha, os policiais civis cumprem nove mandados de prisão e 15 de busca e apreensão domiciliar.

Nas duas operações, os alvos são investigados por organização criminosa, fraude em concurso público e falsidade ideológica.

Informações preliminares da Polícia Civil são de que armas e munições, celulares e computadores já foram apreendidos. Mais detalhes deverão ser divulgados em breve pela corporação.

As investigações foram presididas pelos delegados Viviane Santa Cruz, Diogo Melo e Paulo Furtado, respectivamente titular e adjunto da 1ª Delegacia de Combate à Corrupção e titular da Delegacia de Polícia Interestadual e Capturas.

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade