Santa Cruz vence e se classifica para quartas do Nordestão

Tricolor terminou a primeira fase da competição no quarto lugar do Grupo B com 13 pontos e embolsou R$ 300 mil em premiação


Nem o campo irregular do Eliel Martins, no Riachão do Jacuípe, foi suficiente para interromper a sequência de vitórias do Santa Cruz. Com um a mais em campo, o Tricolor venceu o River/PI por 1×0, nesta quarta-feira (22), e se classificou às quartas de final da Copa do Nordeste. Com o resultado, a Cobra Coral vira a chave da competição figurando na quarta posição do Grupo B com 13 pontos. O avanço de fase também garantiu aos corais uma premiação de R$ 300 mil, que será muito bem vinda aos cofres do Arruda para o resto do ano.

Ao contrário do esperado, os minutos iniciais foram marcados por uma partida morna, sem tantas emoções. Já desclassificado, foi o River/PI que começou impondo maior ritmo de jogo, com marcação forte, montando uma linha defensiva que bloqueou grande parte das investidas ofensivas da Cobra Coral até os dez minutos da etapa inicial. A ausência de Didira, no meio, também foi sentida, uma vez que o time apresentou dificuldades para construir as jogadas de transição para o ataque.

A alternativa foi investir no avanço dos laterais. Depois de pelo menos duas chegadas perigosas do Galo, o Santa tomou ação na partida, e aos 23 não perdoo. Em jogada iniciada no meio, Fabiano foi acionado na esquerda, avançou e cruzou na área. Na sobra, Patrick Nonato, que substituiu Victor Rangel, ajeitou para Paulinho mandar uma bomba de fora da área e abrir o placar. A partir disso, o Tricolor pernambucano só teve o trabalho de administrar o jogo. 

Em noite pouco inspirada, Pipico não apareceu bem no jogo e desperdiçou ao menos duas oportunidades de balançar as redes. O contorno da partida no segundo tempo não foi muito diferente, com o time riverino tomando à frente das jogadas ofensivas. Logo de início, o auxiliar técnico Lucas Isotton, que substituiu Itamar Schulle na beirada do campo coral, lançou Jeremias na vaga de Mayco Félix. Mudança que surtiu efeito positivo para o Santa tomar nova atitude em campo e oferecer mais perigo aos adversários. Aos 9, no entanto, um susto. Emanuel costurou a zaga tricolor e bateu forte. Mas, para alívio da torcida do Santa, a bola saiu pela linha de fundo. Para completar a alegria coral, Guto recebeu o segundo cartão amarelo, após reclamação, e tornou a vida do River ainda mais difícil na partida. 

O técnico Flávio Araújo tentou modificar o cenário do jogo com as entradas de Bruninho, João Paulo, Jairinho e Wendel. Os pernambucanos, entretanto, levaram a melhor. Na frente, o recém-chegado Kleiton Pego teve a oportunidade de estrear, junto ao ponta paraguaio Derlis Alegre. Bileu e Júnior também foram acionados. O Santa Cruz tomou conta do jogo. Com paciência, o time conseguiu controlar as jogadas de efeito do adversário e, acima de tudo, soube segurar o resultado da partida. 

O próximo compromisso da Cobra Coral será ante o Confiança/SE, no sábado (25), pelas quartas de final da Copa do Nordeste. 

Ficha Técnica

River/PI 0

Mondragon; Edy, Lucas Bahia, Iran e Igor Tavares; Guto, Emerson (João Paulo), Welton Heleno (Jairinho); Érico Júnior (Wendel), Emanuel (Bruninho) e Max. Técnico: Flávio Araújo

Santa Cruz 1

Maycon Cleiton; Toty, Danny Morais, William Alves e Fabiano; André, Paulinho (Bileu) e Tinga (Júnior); Mayco Félix (Jeremias), Patrick Nonato (Kleiton Pego) e Pipico (Derlis Alegre) Auxiliar técnico: Lucas Isotton.

Local: estádio Eliel Martins, Valfredão (Riachão do Jacuípe-BA)
Árbitro: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (RN). Assistentes: Luis Carlos de França Costa e João Henrique Queiroz da Silva (ambos do RN)
Gol: Paulinho (aos 23’ do 1º T), 
Cartão amarelo: Mayco Félix (S), Emanuel (R ), Lucas Bahia (R).
Cartão vermelho: Guto (R).

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade