Náutico se despede da Série B do Brasileirão com derrota para a Ponte Preta


Não poderia ter sido de outra forma, a despedida do Náutico desta Série B do Campeonato Brasileiro. Em casa, o time pernambucano fez uma partida em um ritmo de amistoso e, na segunda etapa, tomou o gol que sacramentou mais uma derrota alvirrubra na competição. Com o placar de 1 a 0 ao seu desfavor, o Timbu terminou a competição como lanterna, pior mandante do torneio e, disparadamente, a pior defesa do campeonato com 64 gols sofridos. Agora, é esperar 2023 para a estreia do Timbu no Pernambucano e na Copa do Nordeste.

O JOGO

Em um ritmo de amistoso, Náutico e Ponte Preta protagonizaram um jogo de muitos erros e altamente questionável no aspecto técnico. O Náutico com uma equipe bastante modificada e com a inserção de atletas formados no clube, pouco levou perigo à meta da Ponte Preta. Gol mesmo, só na segunda etapa. Após saída equivocada de Bruno Lopes, pênalti cometido pelo goleiro alvirrubro. Léo Naldi cobrou com categoria e fez o gol que sacramentou a vitória do time de Campinas. Fim de jogo: Náutico 0x1 Ponte.

FICHA TÉCNICA DA PARTIDA

Náutico 0
Bruno Lopes; Thássio, Anilson, João Paulo e Pedro Vítor; Djavan, Ralph (Mateus Cocão), Jóbson (Nascimento) e Lucas Paraíba (Souza); Júlio (Amarildo) e Júlio Vítor (Thomaz). Técnico: Dado Cavalcanti.

Ponte Preta 1
Pedro Rocha; Formiga, Mateus (Guilherme Souza), Léo Santos e Jean Carlos; Amaral, Léo Naldi e Wallison; Cássio (Vitinho), Fessin (Echaporã) e Eliel (Bernardo). Técnico: Hélio dos Anjos.- PUBLICIDADE –

Estádio dos Aflitos no Recife/PE.
Árbitro: Roger Goulart (RS). Assistentes: Mauricio Coelho Silva Penna e Luiza Naujorks Reis (ambos do RS). VAR: Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ)
Gols: Léo Naldi, aos 26′ do 2T (PON).
Cartões amarelos: Ralph, Thássio, Djavan (NAU); Hélio dos Anjos, Igor Formiga (PON)
Público: 4.011 torcedores. Renda: R$ 106.889,00.

Foto: Divulgação/Náutico.

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade