Como economizar nas festas de fim de ano

Com atitudes simples, é possível evitar gastar demais na temporada de confraternizações.


O fim de ano vem chegando e, com ele, uma série de despesas. São festas com a família, confraternizações com amigos e trocas de presentes. Em meio a tudo isso, pode ser muito fácil perder o controle das finanças e exagerar nos gastos. Especialistas em finanças avaliam que gastos excessivos na temporada natalina podem representar de 30% a 40% da renda mensal. Mas, com algumas atitudes simples, é possível evitar o exagero e terminar o ano com dinheiro no bolso.

“Esse é o período em que muitas pessoas estão recebendo as parcelas do 13º salário e as restituições do Imposto de Renda”, lembra Roberto Ferreira, economista do Centro Universitário dos Guararapes (UniFG). Com esse influxo de dinheiro na conta, a tentação de gastar mais do que necessário pode ser grande. “Nesses momentos, é importante parar e pensar duas vezes, ou até mais, antes de comprar um produto de grande valor, pois esse é um dinheiro que pode fazer falta no início do próximo ano”, avalia o economista.

Uma boa maneira de avaliar para onde vai o dinheiro é anotar com antecedência os possíveis gastos do mês. As anotações podem ser feitas com papel e caneta ou em aplicativos especializados. Assim, é possível identificar de imediato quais são os gastos supérfluos, quais são as despesas essenciais e quanto será separado para as confraternizações.

Na hora de planejar o amigo secreto, é válido conversar com os participantes para combinar uma faixa de preço para os presentes. “O país ainda está passando por um grave período de crise econômica, com pouca geração de emprego. Então, o mais indicado é que as pessoas procurem poupar mesmo nesse período de festas”, afirma Roberto Ferreira. “Mais do que o valor adquirido, o importante é viver bons momentos com as pessoas que gostamos.”

O economista alerta que o ano pode estar acabando, mas 2018 está próximo e vem trazendo mais despesas. “IPTU, IPVA, Imposto de Renda, colégio dos filhos, vem tudo de novo. É melhor estar preparado para esses gastos do que precisar recorrer a empréstimos ou ao cheque especial.”

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade

  • Black Friday