Rodoviários ameaçam fazer uma paralisação surpresa


 

cortada_--_protesto_rodoviarios_carlos1Mais uma ameaça de paralisação dos rodoviários. E esta será de surpresa. De acordo com a oposição da categoria, os rodoviários estão insatisfeitos com a atual gestão. A suspensão do serviço não deverá se
anunciada porque da última vez a Polícia Militar teria intimidado os trabalhadores nas garagens. O Sindicato dos Rodoviários ouviu que a mobilização estaria sendo organizada para o dia 1° de outubro.

Segundo o secretário geral da oposição Josival Costa, o motivo da insatisfação seria o julgamento do agravo de liminar, a ser realizado pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST), mas ainda sem data. “O presidente disse que aconteceria no dia 21 de setembro, mas a gente sabia que não havia nada marcado nesta data. Ele está desinformando a categoria por não ter capacidade”, acusa Josival. O secretário acredita que o sindicato demorou para enviar a documentação a Brasília.

De acordo com o assessor de comunicação do sindicato Genildo Pereira, esta é mais uma tentativa da oposição de criar uma agitação e instabilidade entre os rodoviários. “Houve uma especulação que seria dia 21, mas não entrou na pauta. É que vários estados estão sendo julgados. Nosso departamento jurídico está acompanhando de perto”, aponta Genildo.

A oposição tem visitado terminais e integrações colhendo um abaixo-assinado com críticas ao trabalho do presidente Benílson Custódio. Nesta quarta-feira (23), eles estiveram no TI da Caxangá, na Zona Oeste da capital. “Se os rodoviários quiserem fazer paralisação nós vamos apoiar”, comenta Josival.

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros no Estado de Pernambuco (Urbana-PE) conseguiu uma liminar reduzindo o aumento do salário e do ticket alimentação dos rodoviários para 9%. A categoria havia conquistado um reajuste salarial de 12% e do vale-alimentação de 59,57%. O julgamento em questão julgará esta liminar para, em seguida, haver uma sessão definitiva

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade