Pernambuco abre seleção para 180 profissionais nas áreas esportiva, cultural e educacional


Em mais uma ação do Programa Juventude Presente, o Governo de Pernambuco lançou, nesta terça-feira (13), edital de contratação de pelo menos 180 profissionais para atuarem com oficinas de música, percussão, esportes, capoeira, basquete, futebol, educação e meio ambiente junto a 18 mil jovens de 12 a 29 anos do Estado.

A seleção dos oficineiros será feita a partir da análise do currículo e das propostas para as oficinas. Os selecionados precisam ter experiência comprovada e apresentar um plano de aulas. A remuneração é de R$ 5, por hora-aula. Cada oficina terá um total de 16 horas, sendo duas horas por dia e duas vezes por semana.

Ao todo, serão ofertadas 590 oficinas de Conexão Sociocultural por meio da Secretaria de Prevenção à Violência e às Drogas.  O objetivo do Programa Juventude Presente é atender ao grupo etário que, historicamente, mais aparece como vítima ou autor de delitos.

As inscrições podem ser feitas a partir desta quarta-feira (14) pelo site https://coonsult-coop-com-br.webnode.com/ ,e as aulas começam a partir do próximo dia 19. Cada jovem pode participar de quantas oficinas quiser.

“Essa capacitação dá oportunidades para os nossos jovens terem uma qualificação conectada com o que está acontecendo, não apenas no nosso Estado, mas no País e no mundo. As capacitações, inclusive, dialogam com esse período de tanta dificuldade que nós estamos passando, mas que não deixamos de criar oportunidades para os nossos jovens“, disse o governador Paulo Câmara.

Os territórios beneficiados são considerados prioritários em ações de cidadania. São eles: Recife, Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Paulista, Igarassu, Itamaracá, Camaragibe, São Lourenço da Mata, Cabo de Santo Agostinho, Nazaré da Mata, Vitória de Santo Antão, Palmares, Caruaru, São Joaquim do Monte, Bonito, Barra de Guabiraba, Limoeiro e Petrolina.

 “Já participei de outras oficinas e elas me ajudaram a ter uma visão mais ampla daquilo que eu quero fazer no futuro. Acho que elas ajudam a planejar a vida”, disse Eduarda Rodrigues, 17 anos, jovem moradora de Olinda, que participou do evento nesta terça e pretende entrar para o projeto mais uma vez como aluna.

Já o grafiteiro Manoel Mavik, 30, contou que vai se inscrever como oficineiro. “Vamos trazer para esses jovens a ideia de que é possível continuar sonhando com outras possibilidades. E isso é possível através da arte.”

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade