Mesmo após decisão judicial, professores de Aliança continuam em greve


Professores aliança

Mesmo após a Justiça determinar a interrupção da greve, os professores da rede municipal de Aliança continuam a paralisação. Segundo o que foi decido em assembleia realizada na manhã desta segunda-feira (9), no auditório da UEPA, a greve continuará até que seja pago o salário referente ao mês de outubro.

Na última sexta-feira (6), o desembargador Luiz Carlos de Barros Figueiredo, do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), considerou a greve ilegal, a decisão foi publicada no Diário da Justiça, além disse, também ficou determinado que o SINDUPROM recebesse multa diária de R$ 1 mil, caso descumprisse a decisão judicial.

Imagem18

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade