Hospital desiste de desligar aparelhos após Paulo Simões apresentar movimentos involuntários


Após ser constatado com morte cerebral, o ex-vereador e ex-secretário de obras e infraestrutura de Nazaré da Mata, o advogado Paulo Fernando de Souza Simões , de 61 anos de idade, continua vivo, vítima de um quadro de saúde irreversível,  após sofrer um Acidente Vascular Cerebral(AVC).

O hospital, onde Paulo está internado, havia anunciado que iria iniciar os protocolos de desligamento das máquinas, que o mantém vivo, nesta quinta-feira (18), mas foi observado que o paciente realizou alguns movimentos involuntários e cancelou o início do protocolo.

Este protocolo é obrigatório para a procedência do desligamento dos aparelhos, e agora o paciente passará por novos exames.

O irmão do paciente, conhecido por Walter, em contato com parentes e amigos, por meio das redes sociais, escreveu:

“Ontem foi um dia angustiante. O hospital depois de informar a morte cerebral de Paulo, e que iria iniciar o protocolo de desligamento das máquinas, observou movimento involuntário de Paulo e cancelou o início do protocolo. Este protocolo é obrigatório antes de se proceder o desligamento. Então até onde sabemos, Paulo continua respirando através de aparelhos. Seu coração ainda pulsa.

É uma situação dolorosa pra toda família e amigos. Hoje certamente será mais um dia de batalha de nosso querido irmão, novos exames e mais um momento de decisão.

Continuemos orando e que a permissão de Deus prevaleça”

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade