Conselheiros Tutelares de Buenos Aires podem receber adicional de periculosidade de 30%

Por Giro Mata Norte 22/02/2022 19:33 • Atualizado 22/02/2022
Compartilhe

Os conselheiros tutelares de Buenos Aires recepcionaram nesta terça-feira (22) o Presidente da Associação dos Conselheiros Tutelares do Nordeste, Cícero da ONG, onde na ocasião foram tratados assuntos referentes a reajuste salarial como também adicional de periculosidade.

A luta pelo direito a receber o adicional de periculosidade em virtude das situações de risco que ocorrem em suas atividades diárias, faz parte de uma discussão que já virou nacional.

Atualmente, os profissionais dessa área não recebem esse benefício.

No encontro, o prefeito Fabinho Queiroz se comprometeu em enviar à Câmara Municipal de Buenos Aires o Projeto de Lei para conceder o adicional aos conselheiros do município.

“O conselheiro tutelar é um guardião dos direitos da infância e adolescência, tendo o dever de aconselhar os pais, ouvir reclamações, apurar denúncias de abuso e maus tratos e avisar a Justiça caso uma criança esteja em perigo. No desenvolvimento das atividades, o conselheiro tutelar passa por situações de risco, como ameaças. Concedendo esse adicional, estamos apenas corrigindo um erro histórico.Estaremos também analisando o reajuste desta classe.”, disse o prefeito.

O presidente da Câmara Municipal de Buenos Aires, Luiz Carlos, seguiu a mesma linha de raciocínio.

“Estaremos na Câmara aguardando esse importante projeto, que representa o reconhecimento do trabalho desses profissionais, que enfrentam situações adversas para cuidar e proteger as nossas crianças.O adicional vai ainda mais estimular nossos conselheiros”, disse Luiz Carlos.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Mais do Giro Mata Norte