Acusado de matar agricultora a facadas vai a Júri Popular em Glória do Goitá

O réu está preso na Cadeia Pública de Glória do Goitá


gloria_do_goita_alaideUm ano e sete meses após cometer um crime bárbaro, que chocou Glória do Goitá, vai a Júri Popular nesta quarta-feira (23), a partir das 09 horas da manhã na Câmara de Vereadores do município, Josimar José da Silva França, acusado de matar a golpes de faca peixeira a agricultora Alaíde Severina de Santana, 55 anos.

A ação é promovida pelo MPPE através do promotor Francisco de Assis da Silva. O réu tem como advogado o defensor público José Antônio Fonseca de Melo. O Tribunal do Júri será presidido pelo Juiz criminal Lauro Pedro dos Santos Neto.

O réu está preso na Cadeia Pública de Glória do Goitá.

ENTENDA O CASO

O crime bárbaro e cheio de mistério ocorreu no dia 12 de abril de 2015 no Loteamento Santo Antônio, em Glória do Goitá. De acordo com a Polícia a dona de casa Alaíde Severina de Santana, de 55 anos, foi morta a golpes de faca dentro da sua própria casa. Ainda segundo a Polícia, a vítima estava despida e sua residência encontra-se toda revirada. Havia também sangue no banheiro da casa, indicando que ela pode ter lutado com o criminoso.

Alaíde Severina de Santana morava sozinha e pode ter sofrido violência sexual seguida de morte. Ainda segundo informações, alguns vizinhos viram quando a vítima chegou a casa por volta das 10h da manhã, daí não perceberam mais nada.

O corpo da dona de casa foi encontrado por uma de suas irmãs, que acionou a Polícia. A delegacia de Polícia Civil de Glória do Goitá investigou o caso e chegou ao suspeito Josimar José da Silva França.

Os motivos que levaram Josimar a cometer tal crime serão revelados nesta quarta-feira (23). Uma multidão irá se fazer presente no Júri.

Gilmar Santos

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade