Conta de água em Pernambuco terá reajuste de 6,72% em agosto

Este é o primeiro reajuste de 2019, no ano passado o acréscimo foi de 2,78% na conta de água


A partir do próximo mês, a conta de água e esgoto vai ficar mais cara para os pernambucanos. Isso porque o processo de revisão tarifária da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) vai sofrer um reajuste de 6,72%. O percentual representa um acréscimo de R$ 2,77 na tarifa residencial.

A economista Amanda Aires explica como esse acréscimo deve impactar no bolso dos pernambucanos. “Esse acréscimo vai virar tarifa e a tarifa afeta todo mundo que faz uso da Compesa”, disse. 

Para clientes que apresentam um consumo mensal de até 10 mil litros de água, a tarifa passa de R$ 41,30 para R$ 44,08. Já para os consumidores de baixa renda, que pagam a tarifa social, o aumento vai significar R$ 0,59 a mais nas contas, com a fatura passando de R$ 8,63 por mês para R$ 9,22.

A economista Amanda Aires dá algumas dicas de como organizar as finanças com a conta de água mais cara. “A primeira solução e é ecológica também é pensar num consumo racional da água. De forma geral, a gente desperdiça muita água. Sabendo que a água é um bem essencial, pensar em outros gastos que você pode cortar para poder continuar pagando regularmente essa conta de água”, detalhou. 

Este é o primeiro reajuste de 2019 na conta de água. No ano passado, o acréscimo foi de 2,78%.

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade