Na Compesa, Marcelo Pascoal cobra melhorias no abastecimento do bairro Santo Antônio


O Sub-prefeito do bairro Santo Antônio, Marcelo Pascoal (Sem Partido), esteve participando de uma audiência, na tarde desta segunda-feira (11), na Companhia Pernambucana de Saneamento e Águas (Compesa), na sede da empresa, em Recife.

Pascoal esteve acompanhado dos vereadores de Carpina, Aldinho do Danone (PDT), e Marcone Fogo (SD).

Na pauta estiveram a regularização do abastecimento da água nas comunidades, assistidas pela subprefeitura, e a qualidade da água, ofertada aos carpinenses. “A água está chegando com cor alterada, meio amarelada, e com terra”, alertou Marcone ao Analista de Saneamento, Luciolo Ferraz, que recebeu as autoridades na companhia.

Já Aldinho pediu uma posição sobre as cobranças, feitas a consumidores que não recebem águam nas torneiras, mas mensalmente tem faturas emitidas pela Compesa. “No Loteamento São Jorge, mais da metade das casas não tem encanação da Compesa, mas a conta chega todo mês”, disse.

Pascoal informou que não há uma regularidade nos dias de abastecimento e pediu a elaboração de um calendário fixo. “A população precisa ter um dia exato, para se preparar. Existem famílias que não tem onde guardar água, e muitas vezes ficam sem água”, explicou.

Luciolo explicou que as demandas serão atendidas. “Iremos solicitar aos nossos técnicos um estudo para saber o problema da coloração da água, se é problemas na adutora ou na estação de tratamento”, disse. Já sobre a situação do Loteamento São Jorge Luciolo disse que solicitará um levantamento das cobranças indevidas, que estão sendo feitas. Sobre o calendário, o analista informou que há um rodizio de datas mensal, feito para cada município.

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade