Ministério Público Eleitoral pede a devolução dos direitos políticos de Tota Barreto

O político havia tido os direitos políticos cassados por oito anos.


O Ministério Público Eleitoral (MPEL) acatou, parcialmente, um recurso interposto pelo vereador carpinense, Tota Barreto (PSB), que recorre contra a decisão judicial que lhe tirou o mandato de vereador da cidade e ainda cassou os direitos políticos do parlamentar por oito anos.

A decisão havia sido proferida pelo juiz eleitoral da 20ª Zona, Rildo Vieira Silva.

Nesta quarta-feira (08) o Ministério Público Eleitoral acatou em partes o recurso de Tota, que se encontra afastado de suas funções na Câmara de Vereadores de Carpina.

O MPEL opinou pela devolução dos direitos políticos do vereador, que poderá se candidatar a um cargo eletivo nas próximas eleições, sem ter que ficar afastado por oito anos de uma disputa eleitoral.

Na peça recursal a defesa do vereador ainda solicitava a devolução do seu mandato, mas o MPEL opinou em manter a decisão do juiz da 20ª Zona, em que afastou o parlamentar de suas funções legislativas.

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade

  • Black Friday